Vazamento faz teto de shopping desabar em Praia Grande
12/09/2018 09:23 em Notícias

Parte do teto do Litoral Plaza Shopping, em Praia Grande, no litoral de São Paulo, desabou durante obras que acontecem dentro do estabelecimento, no início da tarde desta terça-feira (11). Imagens obtidas pelo G1 mostram o exato momento em que o gesso cede. Segundo a administração do local, ninguém se feriu.

O incidente aconteceu por volta das 14h45, no Acesso 1, onde ficava a entrada de um hipermercado no estabelecimento. O espaço passava por obras de remodelação e ampliação, quando um acidente fez com que dutos de água se rompessem.

Devido à força da água jorrada, um grande pedaço do gesso do teto, ao lado de uma farmácia, não suportou e cedeu. Nas imagens, é possível ver que seguranças do local já haviam isolado a área, mas quando o teto cai, um dos clientes ainda corre para não se molhar.

Ao G1, por meio de nota, a assessoria de imprensa do shopping afirmou que uma plataforma elevatória bateu contra um sprinkler (componente do sistema de combate a incêndios), fazendo com que o mesmo rompesse parcialmente e, com a força da água, parte do gesso do teto cedesse. O Litoral Plaza reforça, porém, que não houve feridos ou danos materiais. As atividades do shopping seguem normalmente.

Já a Prefeitura de Praia Grande, por meio da Defesa Civil, informou que não foi acionada para atender a ocorrência desta terça-feira, já que o local conta com Bombeiros Civis que tomaram as medidas necessárias. Sobre a fiscalização do local, devido aos frequentes desabamentos, a administração afirmou que técnicos da Subsecretaria de Controle Urbano (Contru) foram ao prédio e notificaram o estabelecimento, para que sejam tomadas providências, como reparos no teto que desabou.

Segundo episódio

Em 10 de fevereiro deste ano, após fortes chuvas que atingiram a Baixada Santista, partes do teto do mesmo shopping também cederam devido à força da água. Um vídeo obtido pelo G1 na época mostrou o desabamento ocorrido em cima de um quiosque, que deixou pessoas assustadas, encharcadas e uma mulher machucada. Na época, a administração do espaço fechou momentaneamente algumas lojas para reparos. No dia seguinte, porém, todo o shopping já funcionava normalmente.

 

Com informações do site g1.globo.com/santos

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
PUBLICIDADE