Hospital da PUC faz 1ª cirurgia contra Parkinson pelo SUS
06/11/2018 09:43 em Notícias

O Hospital PUC-Campinas fez na semana passada a primeira cirurgia contra Parkinson, pelo SUS, Sistema Único de Saúde.

A cirugia, chamada Estimulação Cerebral Profunda – DBS (Deep Brain Simulation), custaria R$ 100 mil reais se fosse feita em atendimento particular.

O procedimento foi mostrado aqui no SóNotíciaBoa em 2016, num vídeo que viralizou. As imagens feitas em um hospital dos EUA mostram um senhor parar de tremer na hora, quando o sistema é ativado.

Este é um dos tratamentos mais eficientes contra distúrbios do movimento, Parkinson e Distonia, uma doença de causa desconhecida em que a pessoa começa a ter movimentos incontroláveis na cabeça, braços e na fala.

A cirurgia da PUC de Campinas foi coordenada pelos médicos neurocirurgiões Carlos Melro, Juliana Zuiani e o residente em neurocirurgia Mateus Deltreggia.

Carlos Melro explicou que o primeiro passo é fazer uma ressonância magnética que mostre as coordenadas das áreas do cérebro onde é necessário implantar os eletrodos, que vão estimular os impulsos elétricos responsáveis pelos movimentos.

Sucesso

A cirurgia feita pelo SUS durou cerca de quatro horas, com a paciente acordada, uma mulher de 55 anos que tem o diagnóstico de Distonia Primária.

O procedimento devolverá a funcionalidade, o bem-estar e a qualidade de vida à paciente, garante o médico Carlos Melro:

“Andar sem ajuda de andador, controle dos sintomas motores, independência e redução dos medicamentos, são alguns dos resultados da cirurgia”, explica.

O neurocirurgião disse que daqui duas semanas a paciente voltará ao hospital para ligar os eletrodos.

A cirurgia

A equipe já realiza o procedimento por meio de convênios privados e atendimento particular agora passa a realizar também pelo SUS.

O Hospital da PUC-Campinas é o único local que passa a realizar o procedimento de forma gratuita. As demandas são encaminhadas por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

O procedimento faz parte da assistência do Hospital PUC-Campinas e conta com o apoio da diretoria e da equipe multiprofissional.

Nos casos de Parkinson, a cirurgia não é uma cura para a doença, mas permite que a medicação dada aos pacientes volte a fazer efeito.

Com informações do sonoticiaboa.com.br

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
PUBLICIDADE